quinta-feira

O sono - por Salvador Dalí -. O grito do Ipiranga


Para Dalí o sono era um monstro apoiado em muletas

Há que meditar nisto, especialmente quando vivemos numa sociedade podre, em que as instituições do Estado se encontram em desagregação acelerada e em que os principais agentes políticos, em representação do Estado, são, paradoxalmente, os protagonistas dessa tentativa de sonolência induzida (pelo MEDO fiscal) à sociedade. 

O antídoto para esse cancro passista, que se instalou na economia e na sociedade (política) em Portugal desde 2011 - é acordarmos e dizer, em voz alta: BASTA!!!

____________

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home