quarta-feira

Diálogos da III República: a lista VIP do Fisco e a degradação da vida pública em Portugal


A LISTA VIP É UMA INVENÇÃO. UMA INVENÇÃO DESTE GOVERNO..., PARA SOBREVIVER MAIS UM SEMESTRE...


Qualquer coincidência deste diálogo imaginado com a realidade é pura ficção. Embora hoje toda a verdade passe pela ficção, pelo absurdo da ficção a que chegámos, sinal evidente da degradação e corrupção da vida das instituições e do seu (i)regular funcionamento previsto na Constituição, mas que o PR faz questão de - solenemente - violar.



Diálogos da III República nos Dias do FIM:


- Aníbal: Ó Pedro, sabes o que se passa no Fisco? Espero que não venham aí mais "novas" sobre o ex-BPN e quinta da Coelha. Sabes bem as chatices que tive por causa da vivenda "Mariani"...

- Pedro (evasivo contributivo): Vou tentar saber o que se passa, sr. professor!!

- Paulo Ralha: É bom de ver, a avaliar pelo clima de medo instalado no Fisco, que conta já com 140 processos disciplinares aos funcionários da AT.

- Paulo Núncio (secretário de Estado da Penhora & Confisco): Ainda que contrariado, sou obrigado a mandar abrir um inquérito à AT, para aferir da existência da tal lista VIP.

- Miss Swaps: Mandamos abrir um inquérito à AT, como quem não quer a coisa, mas quem faz as perguntas e gere toda a informação é a Inspecção de Geral de Finanças/IGF, ou seja, eu própria. Em último caso, metemos a Joana Marques Vidal/PGR na jogada, pois "ela é das minhas" e tornou-se expert em "arquivamentos", veja-se o caso dos submarinos..., que servirá apenas de estudo de caso. A lista VIP será outro estudo de caso. 

- Paulo Núncio: Boa ideia!!! talvez assim nos safemos desta bronca. Mais uma que irá explodir na cabeça do Pedro... E se o Pedro explode ficamos todos no desemprego. 

- Pedro (o evasivo contributivo): Poupem-me. Quando tiverem todos os dados, venham imediatamente ao meu gabinete a fim de combinarmos a versão a debitar à comunicação social e na Assembleia da República. Desta vez, não poderá haver contradições nas declarações. Não quero dar a imagem decadente e "xé-xé" que o Rui Machete dá sempre que fala. Agora, só fala de papel na mão. 

- Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD): Afinal, nós devemos ser uns palhaços, tal como a CMVM no caso BES. Temos o poder e a competência formal de controlar e fiscalizar o processamento de dados pessoais, em rigoroso respeito pelos direitos, liberdades e garantias das pessoas, mas, na prática, somos como aqueles "corninhos mansos", sempre os últimos a saber. Isto é inadmissível.

- Aníbal: Ó Pedro, eu já te disse que não quero mais problemas. Chega de brincadeiras. Neste momento só uma coisa orienta a minha acção: terminar o meu mandato presidencial com alguma dignidade institucional. Se não conseguires garantir essa condição, amanhã mesmo dissolvo a AR, nem que para isso audite o Conselho de Estado esta madrugada. 

- Pedro (o evasivo contributivo): Ó sr. professor, não faça isso, por favor. Já meti os meus homens em campo, agora é esperar que os informáticos amigos consigam apagar os vestígios constantes dos "filtros" colocados aos contribuintes da lista VIP, que me prometeram ajudar a ganhar as próximas eleições legislativas caso os isentasse de alguns impostos. Só alguns, não de todos, pois a dívida ao FMI é pesada. Espero que o Guilherme do Tribunal de Contas não mande a sua brigada do faro informático meter o nariz nisto, senão estamos todos tramados, pois além de cair o Governo, o sr. professor também não concluirá o seu mandato presidencial com dignidade. Caímos ambos!!!

- Guilherme D´Oliveira Martins/Tribunal de Contas: Já que a CNPD não faz nada, apesar de ter esses poderes de investigação e inquérito assim como ordenar o bloqueio ao sistema informático da AT para evitar mexidas e apagamento de provas, eu vou mandar a minha brigada do faro informático - que em 48h. será capaz de me informar acerca do que verdadeiramente se passou.

- Paulo Núncio: Nem pense nisso, Guilherme, pois aproxima-se o mês de Abril, o mês dos IMIs e temos de notificar os contribuintes do seu pagamento. Se bloquearmos agora o sistema informático da AT, para efeitos de investigação, perdemos milhões de €uros em receitas fiscais, engrossadas com a extinção da cláusula de salvaguarda do IMI, dado que muitos proprietários acabariam por escapar à notificação e não pagariam, ou seja, fariam como o Pedro (evasivo contributivo) que alegou desconhecer a lei (ou a não notificação) para não fazer os seus descontos à SS. 

- Brigas Afonso/DG-AT demissionário: Eu juro que o Governo não sabia de nada. Juro!!! Seja ceguinho...O Governo é alheio a esta lista, ainda que existam iregularidades ou propostas nesse sentido. No sentido da lista VIP, bem entendido.

- Paulo Ralha: Afinal, demite-se um DG por jurar que o Governo não sabia de nada, ou nada sabia, na linha, aliás, do desconhecimento evocado pelo Pedro em matéria de descontos para a SS. Mas que charada!!

- Aníbal: Ó Pedro antes que isto se complique, deves oferecer uma caneta Bic ao Núncio e dizer-lhe para apresentar a sua imediata demissão amanhã de manhã, e assim matamos o problema. Pois antevejo que as metástases alastrem a todo o Governo, e daqui por uma semana seja obrigado a dissolver o Parlamento, mesmo com a oposição desta esfrangalhada coligação negativa que ainda te sustenta (precariamente) em São Bento.  Não podes continuar a viver mais a balões de oxigénio. Já esgotei contigo as botijas todas que tinha na arrecadação do Palácio Rosa.

- Pedro: Talvez tenha razão, sr. professor. Assim, fazemos do Núncio o bode expiatório, ainda que ele esteja a trabalhar para me proteger, pois creio estar incluído na tal lista. É que se o Governo cair agora teria de fazer uma coisa que detesto...

- Anibal: O que é Pedro?!

- Pedro: Voltar a ajoelhar-me perante o Ângelo Correia e pedir-lhe, de novo, emprego numa das suas inúmeras empresas. Pois após o que se passou não estou a ver mais nenhuma outra empresa, quer do sector público ou privado, que me possa acolher nos seus quadros.

- Paulo Ralha: Afinal, o "mercenário" era eu, não era...


To be continued


Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home