terça-feira

Um novo ciclo político na Madeira: leão velho posto, leão novo reposto


Jardim escreveu, Passos ligou. Albuquerque é o novo líder do PSD-Madeira - sem inseguranças.


Jardim escreveu, Passos ligou. Albuquerque é o novo líder do PSD-Madeira - sem inseguranças
FOTO HOMEM DE GOUVEIA / LUSA

Eleições decorreram esta segunda-feira. Relações entre o antigo e o novo líder não são as melhores, mas Albuquerque diz que agora "não existem adversários, mas companheiros".

Miguel Albuquerque, o candidato da rutura, ganhou o PSD-Madeira com 64,06% dos votos na segunda volta das eleições internas do partido. O candidato próximo de Alberto João Jardim, Manuel António Correia, ficou longe - obteve apenas 36%. 
O novo líder diz que o tempo é de união: a partir de hoje "não existem adversários, mas companheiros". Só não tem um lugar especial para Jardim no novo PSD.  
Recebido com bandeiras e ao som do hino do partido na sede de campanha, Miguel Albuquerque fez, ao fim de três eleições (disputou a liderança em 2012 e a primeira volta a 19 de Dezembro), o discurso de vitória a pensar num partido "sem sectarismos" e "de olhos postos no futuro". O PSD não terá, no entanto, tempo para muitas celebrações. Como prometeu na campanha, a Madeira vai mesmo para eleições antecipadas, que deverão ocorrer entre Março e Abril.  
O novo presidente do PSD acredita que é capaz de vencer com maioria absoluta e diz que o partido não deve jogar à defesa e que o importante é começar a trabalhar. Também não se mostrou atrapalhado quanto ao futuro de Alberto João Jardim. "Eu não tenho nada que fazer com o Dr. Alberto João Jardim. O Dr. Alberto João Jardim é um militante ilustre que faz parte da história do partido." 
As relações entre ambos são péssimas, mas mesmo assim Jardim escreveu uma carta a Miguel Albuquerque a felicitá-lo pela vitória. O novo líder agradeceu a "amabilidade".  
Quem também teve a amabilidade de telefonar foi Pedro Passos Coelho. Miguel Albuquerque e o presidente do PSD e primeiro-ministro são amigos e Alberto João Jardim chegou a usar essa proximidade como uma das razões para não apoiar o antigo presidente da Câmara do Funchal. O candidato de Jardim era Manuel António Correia, o derrotado desta segunda-feira à noite. O ainda secretário do Ambiente fez uma campanha muita agressiva para a segunda volta numa tentativa de ir buscar os votos dos candidatos que ficaram na primeira volta.  
Como mandam as regras da democracia, Miguel Albuquerque cumprimentou o adversário derrotado, mas há quem diga que será difícil sarar as feridas abertas nesta última parte da campanha. Manuel António Correia acusou o adversário de estar ligado ao até há pouco tempo todo-poderoso secretário-geral do partido Jaime Ramos ao mesmo tempo que se apresentou como um candidato limpo, sem ligações estranhas a ninguém.  
Apesar das acusações e das feridas da campanha, Miguel Albuquerque garantiu que fará uma escolha muito especial para a lista do conselho regional que será eleito no congresso de 10 e 11 de Janeiro, de modo a que todos se sintam representados - a ideia é de união e de acabar com o sectarismo dentro do partido.
A ideia é também, no futuro, o conselho regional ser eleito por método de Hondt, o que neste momento não acontece. Miguel Albuquerque diz que não tem inseguranças, nem medo do pluralismo. 

____________

Obs: Estou muito curioso para ver em que medida se diferencia Miguel Albuquerque na gestão política que irá fazer relativamente aos 40 anos de Jardim. Seja na gestão política interna à vida da ilha e dos madeirenses, seja na sua relação com Lisboa, em particular com o Terreiro do Paço - onde se decidem os montantes das verbas a afectar aos orçamentos plurianuais para a Madeira. 

Para já, é um novo ciclo político que se abre na vida política da Madeira, em que os seguidores de AJJ saem derrotados, mostrando que em política a coragem também compensa, e este é o merecido prémio político de Miguel Albuquerque por ter sabido fazer a ruptura com AJJ no seu devido tempo.

_______________________



Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home