terça-feira

Houve mais retificativos desde 2011 que nos 12 anos anteriores


PASSOS COELHO: O RETIFICANTE ou o grande mentiroso


________________

Houve mais retificativos desde 2011 que nos 12 anos anteriores


Governo fez a 'dobradinha' todos os anos desde que tomou posse. Desde a entrada no euro, apenas Guterres, em 2001, e Sócrates, em 2009, repetiram o feito.


Retifica, retifica. Desde 1999 houve 15 Retificativos. Oito deles com Passos Coelho
O governo de Passos Coelho bateu todos os recordes de Orçamentos Retificativos. Nos últimos quatro anos, contando já com o que
está em preparação, apresentou mais alterações ao Orçamento do Estado do que nos 12 anos anteriores: oito contra sete num total
de 15 Retificativos desde 1999. Não é preciso grande esforço para perceber a dificuldade de fazer um Orçamento do Estado e garantir
que as contas batem certo no final do ano. Basta lembrar, por exemplo, como é fácil derraparem os gastos com uma pequena obra 
em casa e depois multiplicar por milhões de despesas realizadas por centenas de entidades que empregam centenas de milhares de
funcionários. 

____________



Obs: A incapacidade de conter a despesa pública, renegociar as PPPs, reformar verdadeiramente o Estado nas suas gorduras consumidoras - é o que o leva o Estado a ter défices públicos sistemáticos, não libertando recursos financeiros para apoiar as PMEs - que são os verdadeiros motores da economia, do crescimento e da modernização do país. 

Mesmo quando Passos coelho fala verdade, garantindo que este ano o massacre fiscal não será agravado, já ninguém acredita nele, nem mesmo o seu parceiro de coligação, Paulo Portas, outro agente político em quem os portugueses também não podem confiar. Mas é de mentira em mentira, de orçamento em orçamento que o XIX Governo (in)Constitucional, com o apoio conivente de Belém, outro agente político em quem os portugueses há muito perderam a confiança, vai esmagando os portugueses e empobrecendo um país que, literalmente, está à VENDA. 

Só mesmo um estarola que não sabe o que é governar, desconhece o Portugal profundo e só olha para o lado financeiro da questão - é que julga viver noutro país que não é o nosso. 

____________________

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home