sexta-feira

Marcelo reconhece amor a Belém. S. Bento congelado. Paroles, paroles...


1. Belém:

Marcelo, o grande comentador, reconhece aquilo que todos já sabiam: quer Belém. O seu raciocínio deve ser simples: 

"então eu, que sou um jurista brilhante, um académico brilhante, um jurisconsulto brilhante, um comentador brilhante..., por que razão não poderei ser o novel locatário do Palácio Rosa, especialmente quando ele é ocupado por alguém que até a cultura despreza".

______________

2. S. Bento:

As negociações para aferir das condições de governabilidade do país não deixam de estar em linha com a impreparação e o calculismo habitual da dupla de meliantes, Pedro e Paulo. 

Ou seja, Cavaco mandatou Passos para falar com Costa, e aquele à saída da conversa disse que esperava que fosse o Costa a dizer-lhe que medidas ou políticas queria ver integradas na Paf. 

Até nisto Pedro revela todo o esplendor da sua incompetência. 

Incompetência e má fé. 

Pessoas assim jamais deveriam governar um país. Muito menos Portugal que já tem quase um milénio de existência.

_____________





________________


Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home