sexta-feira

Fandango: Gabriel Gomes e Luís Varatojo, dois nomes a reter. A guitarra e o acordeão



Fandango também acredita nessa fusão de diferenças e quer levar a tradição musical portuguesa para a pista de dança, associando o acordeão de Gabriel Gomes à guitarra portuguesa de Luis Varatojo, o outro protagonista desta aventura, também ele figura de culto. Ele foi punk com Peste & Sida e Despe e Siga, misturou rock e revolução com a Linha da Frente ao lado de João Aguardela, com quem também criou A Naifa, em 2004. Com a Naifa, trocou a guitarra elétrica pela guitarra portuguesa. Não perdeu as origens punk mas procurou as raízes da nossa música, inspirando-se em nomes como Carlos Paredes.
Ambos os músicos têm vidas cheias e projetos vários, mas a criatividade fervilhante e a vontade de fazer sempre mais levou-os a unir esforços em nome de uma ideia: juntar os seus instrumentos principais num contexto onde a eletrónica comanda a ação e apela à dança. O resultado é surpreendente. Em termos de conceito pode lembrar Gotan Project, por exemplo, mas tem uma identidade portuguesa muito vincada, mesmo quando o beat bate mais forte, e isso não tem precedente.
O álbum de estreia de Fandango, aguardado com a expectativa que todas as coisas especiais merecem, está prometido para Julho deste ano, a estreia ao vivo em Lisboa acontece no LIS-BON.  
____________________

Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home