segunda-feira

O que não foi investido nos vistos Gold regressa a casa

Nota prévia: É certo e sabido que na sequência do escândalo dos vistos Gold, cujo processo legislativo foi feito à medida por Paulinho Portas e era administrado cirurgicamente pelo MAI, então tutelado por Miguel Macedo, homem muito (demasiado) próximo do CDS do Paulinho das lavouras, muitos capitais chineses deixaram de ter aplicação no Portugal de Cascais e Parque das Nações e tiveram que regressar à origem. Com muita pena, certamente, daqueles briosos administradores de recursos orientais...
________

PAÍS
Apreendidas malas em Lisboa com 1 milhão de euros
Reuter
O dinheiro encontrava-se na posse de uma mulher e de um homem, com 22 e 47 anos, que se preparavam para embarcar com destino a Xangai.
PUB
Os suspeitos da prática do crime de branqueamento de capitais, que possuem vistos de permanência em Portugal, foram constituídos arguidos, prosseguindo a investigação para completo apuramento dos factos.
A investigação é dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIUAP) de Lisboa em articulação com a Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária.

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home