segunda-feira

O maldito algoritmo que conspira contra Nuno Crato: a nova teoria política da demissão


Consta que o "cientista" Nuno Crato é matemático e estatístico, ou fala com eles nos intervalos dos erros grosseiros que comete no MEC estilhaçando a sociedade. Dando de barato que é uma coisa e outra (só formalmente!!!), por que razão ainda não programou o programador a fim de processar a informação para atingir um determinado objectivo: colocação adequada de professores nas escolas. 

Como isso não se consegue duma penada, há que ir por fases, mas as fases de Crato são o inferno seguido do suplício para, de novo, regressar ao inferno das colocações e da estabilização e normalização no arranque do ano escolar. 

Partindo do pressuposto que não há um vírus na 5 de Outubro que conspira 24h. contra Crato, não se compreende por que razão o algoritmo ainda não conseguiu programar a informação para garantir os procedimentos correctos, seleccionando e seriando adequadamente os docentes e, de preferência, não os colocando em mais de uma escola simultaneamente, até porque nenhum docente, que conste, tem o dom da UBIQUIDADE. Uma característica só atribuível a Deus, que também não aparece para ajudar essa sumidade do Técnico que é, ou melhor, fala com os matemáticos e os estatísticos nos intervalos...  

Daqui decorre uma nova teoria social e política que, no mínimo, empresta justificação ao Governo para não demitir imediatamente o ministro mais INCOMPETENTE de que há memória na história da 3ª República. 

Essa teoria defende que se Passos Coelho, que julga ter a chave do algoritmo, demitir imediatamente o pirómano da 5 de Outubro ocorrerá, automaticamente, e por efeito de dominó, a queda dos demais ministros que ainda integram esse cadáver adiado que é o XIX Governo (in)Constitucional, já que todos são pouco menos incompetentes que o "ministro do algoritmo maldito"; ao invés, se Passos o "segurar" - dá um sinal à sociedade de que o Governo não cairá aos pedaços, como figos maduros, mas que poderá cair em bloco, como um prédio decadente devidamente dinamitado. 

É assim que o Governo de Passos se encontra: entre os cair aos bocados e o ruir em bloco -  por efeito de implosão. Com a gravidade de o alegado PM reconhecer isto em público e, apesar disso, continuar em funções. 

Já agora, e diante tanta corrupção moral e incompetênca técnica e política, pergunto-me se, afinal, o verdadeiro "algoritmo maligno" não se encontrará no farol de Belém, que tácita e explicitamente vai permitindo toda esta RUÍNA diante dos portugueses incrédulos.

___________


Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home