sexta-feira

Amiguismo e corrupção andam de mãos-dadas na república das bananas


Nas ruas, nas praças, nos cafés, nas farmácias, no cinema, na igreja, no sindicato, nos bancos, nos táxis, e até no Governo, corre a convicção GENERALIZADA de que a onda de amiguismo que se infiltrou nas empresas do PSI-20 (agora a - 19), na banca e ao nível do poder político - é uma terrível fonte de corrupção que hoje mina a coesão social em Portugal - e está a destruir o país por dentro, como um câncer agravado por metástases que suga um organismo. O caso paradigmático da destruição de valor na PT ilustra esta convicção generalizada em Portugal. 

O problema é que estas ervas daninhas não destroem apenas valor nas empresas, minam também a coesão social e moral nas sociedades e fazem com que o capital CONFIANÇA - desapareça por uma década na relação dos cidadãos com a administração e algumas empresas. 

Isto já não é apenas um caso de polícia, remete para a podridão ético-moral em que alguns altos quadros de empresa vivem e, pela importância que têm (ou tiveram) nesse universo de relações, acabam por minar o tecido social em que operam.

_______________

Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home