sexta-feira

O direito à idiotice





A razão de ser deste figurante no governo parece ser a de provar à República que ainda consegue ser mais bizarro do que o dr. Relvas. Talvez seja por isso que aparece na televisão a revelar todo o esplendor da sua ignorância (jurídica) e a obrigar o governo, as usual, a desdizer-se no dia seguinte violando todas os valores, princípios e normas constitucionais. Vindo dum trolha, não admira. Mas d´alguém que (supostamente) conhece o Direito?!

Dizem que a TV mata o cinema. Em compensação, e à luz das aparições deste micro-projecto intelectual, urge dizer que a televisão também mata a televisão inaugurando, assim, o ciclo da IDIOTICE PURA em política em Portugal. 

O sr. Maduro vem demonstrar à saciedade entre nós que a melhor forma de olharmos para a televisão é com ela apagada. Até porque a TV, tal como a conhecemos hoje, é responsável pelo fracasso escolar. 

Maduro é, no fundo, a versão idiotizada e europeia de Relvas no XIX Governo (in)Constitucional. 

_______________



Etiquetas: , , , , , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home