terça-feira

Pacheco Pereira diz que Governo quebrou elevador social


O comentador político Pacheco Pereira acusou hoje o Governo PSD/CDS-PP de ter uma política assistencialista para a pobreza e fazer um ataque à classe média que vai fazer o país regressar ao modelo de desenvolvimento assente nos baixos salários.

"O discurso, muitas vezes demagógico, do atual Governo, é 'nós protegemos os mais pobres!', o que num certo sentido é verdade, mas a verdade é que protegendo os mais pobres na sua pobreza impedem que haja qualquer diminuição da pobreza e, acima de tudo, a passagem da pobreza para a classe média", acrescentou.
Pacheco Pereira, que falava na conferência "25 de Abril: Liberdade e Cidadania", que abriu a 2.ª Semana da Comunicação Social organizada pela Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, acusou também o Governo de estar a fazer um ataque à classe média, através de uma diminuição de rendimentos, que terá consequências graves no futuro.
Para o comentador, "este ataque à classe média é extremamente preocupante para o futuro do país, porque se traduz, entre outras coisas, numa quebra das qualificações da população portuguesa".
"Isso significa que os fatores estruturais do nosso atraso, mesmo no plano económico, ou até em primeiro lugar no plano económico, fazem com que a única vantagem competitiva para o futuro sejam os salários baixos. E com salários baixos nenhuma empresa inova", acrescentou.
___________
Obs: Até JPP acha que o ainda PM de Portugal é uma pobreza. 

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home