quarta-feira

Em defesa de Vitor constâncio, pelos amigos

Via Nuno OLiveira



___________

Obs: Duas notas: 1) os amigos são para as ocasiões, e, no caso, demonstraram que estão lá; 2) o cidadão comum pergunta-se - atentos os fortes indícios de fraude ventilados nos media e os prejuízos causados à sociedade (que ainda paga o prejuízo), por que razão o então Governador do BdP não foi mais pró-activo no encaminhamento dessas situações desviantes para o MP e demais entidades com competência no combate à criminalidade económico-financeira (?!). 

- Por mais explicações à posteriori, por mais manifestações de amizade ficará sempre a suspeição de que quem deveria ter actuado em tempo útil não o fez e, perversamente, ainda foi beneficiado com isso - recebendo uma promoção traduzida no apoio do governo de então para Constâncio "subir" a Vice-presidente do BCE. Sócrates aqui errou.
- Quer dizer, por mais fama de competência atribuída a VC, parece que aqui funcionou o princípio de Peter: quanto mais incompetente e complacente com os desvios, mais se é promovido!!
- A história que o julgue, porque os homens, alguns homens, já o fizeram. E a conclusão não é nada positiva.

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home