quarta-feira

José rodrigues dos santos e o jornalismo de emboscada



Associação de Telespectadores critica "entrevista de emboscada" a Sócrates

ATV critica comportamento de José Rodrigues dos Santos na condução do espaço de comentário de José Sócrates e pede parecer ao provedor do Telespectador da RTP. Será também enviada uma queixa à ERC.


Associação de Telespectadores pede a intervenção do provedor da RTP e vai apresentar queixa à ERC pela forma como decorreu a emissão de 23 de março do espaço de comentário de José Sócrates
Associação de Telespectadores pede a intervenção do provedor da RTP e vai apresentar queixa à ERC pela forma como decorreu a emissão de 23 de março do espaço de comentário de José Sócrates
Captura de ecrã

A ATV - Associação de Telespectadores enviou esta terça-feira para o provedor do Telespetador da RTP um pedido de parecer sobre a forma como decorreu a emissão de 23 de março do espaço de comentário de José Sócrates, por entender que a mesma envolveu "matéria que prefigura uma quebra grosseira e deliberada da ética e deontologia por parte do jornalista José Rodrigues dos Santos".
(...) 


"A ser verdade que a entrevista foi preparada e realizada sem o conhecimento prévio do entrevistado, entendemos pois que os telespectadores foram lesados no seu direito a uma informação profissional e de qualidade, devido à atitude ética e deontologicamente incorreta por parte do jornalista, ao ter preparado e realizado uma entrevista 'de emboscada'", conclui a ATV no texto enviado ao provedor da RTP, Jaime Fernandes.
A ATV informa ainda que irá enviar uma queixa, com o mesmo teor, para a Entidade Reguladora para a Comunicação Social.
Contactado pelo Expresso, o provedor do telespetador da RTP, Jaime Fernandes, confirmou a receção da queixa da ATV e revelou também que já tinha recebido muitas outras queixas de telespetadores a propósito desta emissão do programa de opinião de José Sócrates. (...)
_______________
Obs: Qualquer pessoa com dois palminhos de testa terá percebido a intenção da prima dona do jornalismo luso, JRSantos, e do eventual frete que fez com aquela miserável prestação, violando o seu próprio código deontológico com o intuito de, por um lado, fazer um brilharete comunicacional, por outro queimar o ex-pm em pleno directo, que alí seria emboscado.
Sucede, porém, que o jornalista entrou como leão mas foi obrigado a ter uma saída de sendeiro, pois Sócrates "come daquilo ao pequeno-almoço", e acabou por denunciar a marosca que o jornalista lhe apresenta em directo. Quem, de facto, ficou numa posição frágil foi, perversamente, o próprio jornalista, autor de romances de cordel que entusiasma muito leitor que vê alí, certamente, um sucedâneo dos livros de Paulo Coelho ou de Zé do Telhado.
No plano tecnico-comunicacional será interessante seguir este assunto, pois importa saber o que os experts em comunicação pensam daquela mini-emboscada, e que valores foram feridos nessa pequena maldade de um jornalista que revelou mais acerca si (e da sua má fé) do que conseguiu extrair do entrevistado/comentador. 


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home