segunda-feira

Carta Governo pediu 'socorro' ao FMI para dívidas das empresas: a bipolaridade política de Pires de Lima

ECONOMIA
Governo pediu 'socorro' ao FMI para dívidas das empresas


Obs: O ministro da Economia - em resultado do endividamento das empresas nacionais - não hesita em pedir ajuda ao FMI para que este facilite a reestruturação das empresas; mas, pelos vistos, muda frontalmente o seu critério tratando-se da urgente reestruturação da dívida pública. 

O País já se habituou a ver neste projecto de ministro uma estranha bipolaridade política: quando estava fora do Governo falava grosso e defendia uma descida do IVA escandaloso (a 23%) da restauração. Quando Paulinho o meteu no governo, traiu o sector e revelou subserviência a um primeiro-ministro incompetente apenas para se manter no cargo.

Agora defende a reestruturação da dívida das empresas privadas solicitando, para o efeito, o auxílio do FMI, mas opõe-se frontalmente à utilização dessa orientação para a dívida pública - de que depende a sustentabilidade da economia portuguesa nas próximas décadas.

Pires de Lima até a avozinha venderia se lhe prometessem a eternidade.

Lima não é um ministro, é uma cambalhota que há muito já deveria ter resignado ao cargo, quer por grosseira falta de autoridade política, quer ainda por ser imoral e contraditórias as suas lamentáveis posições. 

Enfim, uma verdadeira bebedeira política. Eis o "contributo" de um gestor duma cervejeira para a degradação da vida política em Portugal. 


Etiquetas: , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home