sexta-feira

António Vitorino é o novo diretor-geral da Organização Internacional das Migrações




Resultado de imagem para organização internacional das migraçoesNota prévia: Se colocarmos de parte as máquinas diplomáticas de suporte às várias candidaturas ao cargo de DG-OIM, António Vitorino é, intrinsecamente, o melhor candidato ao lugar. Quer pela valia específica do seu CV e experiência política doméstica acumulada, quer pela sua vasta experiência internacional, designadamente como Comissário Europeu da pasta da Justiça e Assuntos Internos (1999-2004), em que foi considerado pelos seus pares como o melhor comissário. Tudo visto e somado, esta era uma notícia previsível, porque estimável era o seu desfecho, apesar da importância da lógica nas votações e nas coligações positivas e negativas que se estabelecem sempre neste tipo de candidaturas a cargos de relevo internacional.


Veremos, doravante, como se concebem e implementam as políticas de apoio aos refugiados que a Europa tem de saber gerir, até para evitar que as fortes correntes migratórias fragmentem o projecto europeu e ameacem despoletar em todo o mundo a desintegração dos Estados multiétnicos e ao prolongamento da violência e ao conflito noutros. 

Em suma, o grande desafio colocado a AV, e à organização que passará a dirigir, será o de saber como aplicar e mitigar os três modelos de integração étnica que têm sido adoptados por sociedades multiétnicas relativamente à assimilação, ao melting pot e ao pluralismo. 

Não sendo um fenómeno novo, o ponto a que o mundo chegou em matéria de correntes migratórias, muitas delas associadas às máfias que ganham dinheiro com essa desgraça social em larga escala que demanda as fronteiras da Europa, traduz o actual padrão de migração global que pode ser visto como um reflexo da mudança rápida dos laços económicos, políticos e culturais nas relações internacionais. 

Gerir todas estas forças na arena internacional, resultantes da migração global, acaba por ser o resultado dum padrão de globalização predatória que o mundo testemunha há cerca de 20 anos, e António Vitorino sabe isso.

Desejo-lhe daqui a melhor sorte do mundo, pois irá precisar dela. 

__________________________



Resultado de imagem para antonio vitorino

António Vitorino é o novo diretor-geral da Organização Internacional das Migrações (OIM). Anúncio foi feito pela organização no Twitter.
Depois de uma ronda onde Ken Isaacs, o controverso candidato escolhido pelo Presidente norte-americano Donald Trump, foi eliminado, o português ficou apenas a concorrer contra a costa-riquenha Laura Thompson, atual vice-diretora-geral da organização. António Vitorino acabou por vencer a votação, tornando-se o segundo europeu a ser eleito para o cargo. (...)
___________________________

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home