quarta-feira

O bom anfitrião. Evocação de Raul Brandão



Resultado de imagem para pedro passos coelho na tecnoforma

Duas ou três notas acerca da espuma dos dias: 

- É sabido que uma universidade pública foi tomada de assalto por uns rapazolas (alinhados com a dita extrema esquerda), e esse pequeno "golpe de Estado" inviabilizou a realização duma conferência onde um comentador de direita tencionava conferenciar;

- É sabido também que o desespero politico do PSD de Passos faz com que ele se agarre a tudo para sobreviver, assim sendo não seria de admirar que Passos convidasse o dito conferencista para proferir a sua narrativa na sede do partido à Lapa, no grupo parlamentar do psd, na sede da Tecnoforma ou, no limite, no banco (leia-se, instituição financeira) do seu ex-braço-direito, o turbo-licenciado Relvas. 

- E é isto que faz de Portugal o país que somos, com as nossas (pequeninas) idiossincrasias. Um país de meias rotas, de imensos telhados de vidro, mas recheado com uma moralidade a toda a prova e repleta de duplicidades.


A vida é fictícia, as palavras perdem a realidade. E no entanto esta vida fictícia é a única que podemos suportar. Estamos aqui como peixes num aquário. E sentindo que há outra vida ao nosso lado, vamos até à cova sem dar por ela. Estamos aqui a matar o tempo.
Raul Brandão

_________________________________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home