quinta-feira

Défice em setembro estava nos 3,7%. Meta de 2,7% para final de 2015 em risco


Nota prévia: Nos EUA, e em qualquer país decente que regula a sua vida social sob o princípio do estado de direito e da verdade e transparência fiscal, a mentira, ou melhor o  PERJÚRIO - em que Passos & Portas se tornaram doutorados - é crime. Mas em Portugal, parece que a mentira é apenas mais um adorno da governação. 

- Algo mudou, doravante. Não é dr. Passos?!

_________




Défice em setembro estava nos 3,7%. Meta de 2,7% para final de 2015 em risco


Na nota da execução orçamental até setembro, a que Lusa teve hoje acesso, a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) estima que "o défice das administrações públicas, em contabilidade nacional [a ótica que conta para Bruxelas], se tenha situado entre 3,4% e 4,0% do PIB [Produto Interno Bruto] no período de janeiro a setembro de 2015 e que, ajustado de medidas extraordinárias, se tenha fixado entre 3,2% e 3,8% do PIB".
Isto significa que o valor central da estimativa da UTAO para o défice orçamental nos primeiros nove meses do ano se tenha situado em 3,7% do PIB (ou 3,5% do PIB, excluindo operações de natureza extraordinária).
(...)
____________

Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home