sexta-feira

Mudanças interessantes dos oligarcas do dinheiro vis-à-vis os caloteiros gregos

Nota prévia: Ela, a Merkel, que nunca admitira a reestruturação da dívida, agora já a admite (dilatando prazos de pagamento); ela, a Lagarde, que se manteve inflexível na negociação grega, agora já a defende. - Ela, a Europa, deve, acima de tudo, livrar-se de alguns dirigentes políticos e responsáveis por importantes organizações económicas e financeiras internacionais. Ainda bem que os EUA meteram a sua cabeça do morango na taça da salada de frutas.
__________ 
(...)
Também a líder do FMI, Christine Lagarde, reiterou quarta-feira que a dívida grega não é "sustentável", sendo vital apostar na sua reestruturação - tese que foi defendida num relatório publicado pelo organismo três dias antes do referendo de domingo.
O secretário do Tesouro norte-americano, Jack Lew, sustentou igualmente que Atenas deve apresentar propostas viáveis para que a "Europa aceite a reestruturação da dívida" de Atenas, mas sublinhou que deixar cair a Grécia é um erro geopolítico.
O Executivo grego tem que apresentar até à meia-noite um conjunto de propostas para as instituições credoras, estando a trabalhar em conjunto com uma delegação de Paris. Domingo será um dia decisivo para Atenas: há cimeira europeia.
__________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home