quarta-feira

Solidariedade internacional dos media europeus e anglo-saxónicos



E se os media europeus e não europeus, do outro lado do Atlântico, num gesto de solidariedade activa e por reacção ao ataque radical e bárbaro feito hoje em Paris que vitimou 12 pessoas - a pretexto das caricaturas do profeta Maomé - re-publicasse os cartoons que deram origem a tal acto hediondo na capital francesa?! 

O que aconteceria?! 

Será que os radicais islâmicos tentariam fazer explodir todas as capitais do mundo cujas direcções de jornais publicariam caricaturas de diversos personagens da história - vivos ou mortos - religiosos, políticos ou doutra índole!?

Este acto bárbaro irá obrigar a Europa a repensar-se no plano dos Direitos, Liberdades e Garantias e, acima de tudo, perguntar-se acerca do sentido de ter no seu seio milhões de islâmicos, alguns dos quais radicais, que não partilham os valores da Liberdade, da Paz, da Democracia pluralista e da Prosperidade em sociedades pacíficas e tolerantes - que os acolheram. 

A Europa terá aqui uma excelente oportunidade para se reinventar e reconstruir, pois o inimigo comum está bem identificado, resta saber dar-lhe uma resposta à medida do desafio e do perigo que tais actos provocam nas sociedades que albergam pessoas que têm como ideário a violência e a chacina, com a agravante de justificar tais actos hediondos com uma religião que é, nos seus fundamentos, uma religião pacífica e tolerante. 

Afinal, para que serve a solidariedade europeia, agora no domínio da liberdade de expressão e de imprensa entre todos os media europeus e até de origem anglo-saxónica, pois amanhã podem ser os EUA o alvo de mais um ataque bárbaro como o que ocorreu hoje na capital francesa. 

__________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home