quarta-feira

Morreu o presidente do banco Santander

Morreu o presidente do banco Santander


Morreu o presidente do banco Santander


A direção do banco Santander vai reunir esta quarta-feira de emergência para nomear o sucessor de Emilio Botín, falecido na terça-feira à noite, vítima de ataque cardíaco.

Conhecido por ser frontal, direto e disciplinador, Botín criou um império financeiro que movimenta 1.4 triliões de euros e emprega 200 mil pessoas.

Com a notícia do homem que transformou o Santander de um banco doméstico no maior de Espanha e num dos mais poderosos da Zona Euro, as ações do Santander caíram 2% em Espanha, para 7.6 euros.

Ntural de Santander, Botin descende de uma linhagem de banqueiros. O pai e o avô, também Emilio de nome, ambos, foram presidentes do Santander.

A filha, Ana Botín, que gere a sucursal britânica do Santander, reforçada em 2004 com a compra do Abbey National, é apontada como a sucessora natural para a presidência do grupo.

_____________

Obs: Ultimamente tem morrido muita gente ligada à banca. Em Portugal o fenómeno também ocorre, mas com uma particularidade, que consiste em gerar "mortos-vivos" que andam por aí e, mais estranho, nenhum património têm registado em seu nome nas declarações fiscais.

Deve ser o tabú da década cuja resposta se deve, seguramente, à instabilidade do clima. 

Quanto a Botín..., paz à sua alma. 

______________________



Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home