segunda-feira

KPGM avisou BdP sobre novo buraco no BES




Segundo fontes ligadas ao processo, a KPMG informou o Banco de Portugal e a CMVM da existência de imparidades adicionais, ainda por quantificar, a 22 de Julho. Os valores preliminares foram apresentados ao BdP no dia 25 e confirmados em duas reuniões que tiveram lugar a 28 de Julho.[...]

____________

Obs: O grau de promiscuidade entre a banca e o regulador é tal que este procurou, até ao limite das suas capacidades, proteger e salvaguardar a posição do banqueiro caído em desgraça, e quando percebeu que tal jamais seria possível,  a ponto de comprometer a sua própria posição no BdP, resolveu falar na existência de fraudes, ilícitos, offshores, traição, e, claro, Banco Novo...

Enfim, tudo coisas velhas agora redescobertas sob novas roupagens pela boca requentada de Carlos Costa. 

Está provado à saciedade que carlos Costa valora publicamente em função da direcção dos ventos. Por vezes, os ventos mudam, e ele muda com os ventos. Mas é chegado um momento em que os ventos revelam à opinião pública uma verdade comezinha: este Governador do BdP é tão credível quanto o era o banqueiro da Boca do Inferno. Estão bem um para outro. 

Portugal e os portugueses, em particular os depositantes, é  que mereciam mais. 

O teste, doravante, está nas mãos da justiça, mas esta é o que sabemos, daí o impasse. 

_____________


Etiquetas: , , , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home