quinta-feira

Granadeiro ainda acreditava em milagres...

ECONOMIA
Granadeiro fora da empresa que resulta da fusão PT/Oi
DR
Henrique Granadeiro não será mais apontado como o futuro vice-chairman da empresa que nascerá da fusão entre a PT e a Oi.

De acordo com o Diário Económico, o presidente-executivo e chairman da PT não deverá ter assento na administração da CorpCo, no seguimento da revisão do acordo entre as duas empresas (no qual a PT verá a sua participação na empresa reduzida de 38% para 25,6%).

A decisão poderá prender-se com o facto de Granadeiro ter aprovado o aumento da exposição da PT ao GES, no mês de fevereiro, de 750 milhões de euros para 950 milhões.[...]

_______________

Obs: A circunstância de Granadeiro ter feito, em termos de gestão financeira de alto risco, aquilo que nenhum gestor em condições de normalidade emocional faria, fê-lo embarcar no comboio da desgraça e do descrédito total perante os accionistas, que deixaram, e bem, de querer um "louco" a decidir os destinos da PT - apenas para prestar favores pessoais ao seu amigo Ricardo Salgado.

Esta gente, sim, é que viveu muito acima das possibilidades, uma frase assassina de Vítor bento, que este deveria engolir com um pedido de desculpas aos portugueses, e, já agora, acompanhada dum pedido de indemnização aos portugueses pelos estragos que têm causado à economia nacional suportada pelo erário público paga com os nossos impostos. 

___________________________

Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home