quinta-feira

Só as ditaduras disfarçadas pelo capitalismo selvático reagem assim: cobardemente


Tiananmen? “Se não me tivesse falado disso, nem me lembrava”





Foi na noite de 3 para 4 de Junho de 1989 que os soldados e os tanques do exército chinês avançaram em direcção à Praça Tiananmen de Pequim, onde dois meses antes nascera um movimento estudantil e civil que pedia liberdades e mudanças políticas. O movimento transformou-se num protesto nacional, com manifestações pró-democracia em pelo menos 160 grandes cidades. Na noite de 3 de Junho, a direcção política — liderada por Deng Xiaoping — deu a ordem de fogo. No dia 4, o protesto foi esmagado pela força dos tanques e pelas balas que deixaram centenas ou milhares de mortos. O número oficial de vítimas nunca foi revelado. (...)
_______________


Etiquetas: , , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home