terça-feira

Defendendo o país - por Eurico Heitor Consciência -



Defendendo o país

Já vi que o Professor Jabi é persistente: ontem foi posto no meu carro, pela 3ª vez, um daqueles papelinhos de propaganda do Grande Astrólogo Vidente com Grande Mérito Espiritual em Resolução de Casos Sentimentais conhecido por Grande Personalidade a Nível da Astrologia, pelos resultados Incríveis que tem obtido com toda a Sinceridade, Honestidade e Sigilo Absoluto, com Sucesso em todos os Domínios.
Que são, entre outros, união e separação entre casais e namorados em curto prazo, dificuldades nos negócios, doenças estranhas ou espirituais, sorte nos jogos, justiça, invejas e protecção contra todos os perigos.
Mas quem não se agrade ou não se baste com o que o Professor Jabi garante, pode recorrer ao Professor Manba (com n antes do b – esqueça o prontuário da língua portuguesa), que se declara especializado nos problemas de amarração, casamento, amor (“aproximar, juntar ou afastar”), doença da inveja, mau olhado e impotência sexual.
Trabalhos todos garantidos – e só cobra “depois do resultado”.
O Professor Jabi e o Professor Manba têm consultórios no Entroncamento, terra dos fenómenos e dos comboios.
Juro que nada recebi para fazer a propaganda do Professor Jabi e do Professor Manba (com n). O que me moveu foi o fremente desejo e a nobre ambição de servir o país, recomendando aqueles ilustres professores ao Sr. Presidente da República,  para  não tornar  a  ter  fanicos  quando  as  trupes  do  Prof.  Nogueira dos  Bigodes  o  afrontarem, e  ao  PS, para  promover  a  amarração  dos milhares de
 desavindos do partido, e ao Governo, para que o Passos Coelho e o Portas fiquem amarrados de vez ou para sempre separados.
E como o Sr. Prof. Jabi também resolve o problema da sorte nos jogos, a glória nacional alcança-se quando o Paulo Bento, que sabe que se farta mas nunca tem sorte (a não ser no fim do mês, quando recebe aquele ordenadão…), quando o Paulo Bento for substituído na Selecção pelo Prof. Jabi.

Eurico Heitor Consciência
____________


P.S. – Essa do Professor Jabi usar a astrologia para resolver os problemas da Justiça faz lembrar os de Tocaia Grande, do Jorge Amado: A gente pôde com a enchente e com a peste; mas com a lei não pôde, não; sucumbiu.
_______________________________

Obs: Pergunte-se ao Prof. Mamadu, Karamba, Buba entre outros "mestres", curandeiros e videntes das ciências ocultas, que acreditam num mundo paralelo, se partilham da opinião do articulista e conhecido advogado de Abrantes. 

- Além da imaginação sociológica que demonstram em gerar problemas para terceiros, com auto-proclamada capacidade de resolução de todo e qualquer problema, aqueles "vultos" do oculto, que parece ainda terem clientes desesperados, revelam igualmente uma inaudita capacidade em recriar pseudónimos sonantes para mais facilmente venderem os seus serviços. 

- Mais promissor do que isto, só as ciganas tentando ler a sina aos veraneantes na praia do Tamariz, no Estoril, terminando tudo à molhada porque os destinatários não contrataram nenhum serviço e, por essa razão, entendem também nada dever aos videntes de circunstância que assim pretendem ludibriar os turistas. 

- Creio, contudo, que este modelo de descobrir o futuro na vida das pessoas obtendo para elas toda a espécie de cura, desde que paguem, obviamente, e não têm sido poucos os enganos e as fraudes neste domínio, (só) encontra referência no actual modelo de (des)governação, o pior desde 1974, em que os figurantes que ocupam o vértice do aparelho de Estado, os locatários de S. Bento e Belém, prometem uma coisa e fazem o seu exacto contrário, para prejuízo duma nação inteira que está submersa em impostos, desemprego, emigração compulsiva, assimetrias regionais, desigualdades sociais gritantes, conflitualidade inter-institucional, enfim, uma profunda injustiça entre os portugueses neste país dos Mamadus, Karambas, Bubas e outros que tais...

- Um povo desesperado é capaz de acreditar em tudo...

- Talvez por isso, e assistindo a toda a violação constitucional e a sucessivos esbulhos fiscais por parte do governo mais inepto e iníquo desde Abril/74, ainda creia (povo crédulo!!) naqueles figurantes que ocupam os cadeirões de Belém e S. Bento e, assim, desprestigiam uma nação inteira. 
______________

Etiquetas: , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home