quarta-feira

OTOC recorre à justiça para alargar prazo de entrega de declarações fiscais





______________

Obs: Qualquer mono informático percebe e confirma que o site das Finanças é uma espécie de caracol a subir uma cana barrada a manteiga, torna-se lento o seu acesso e frustra a paciência daqueles que lá acedem para consultar serviços e obter declarações várias.
- Isto é mais conhecido do que os pastéis de Belém, ainda assim o sr. paulo núncio, o alegado secretário de Estado dum governo que é um cadáver adiado, a que o bastonário OTOC designa "puto", finge desconhecer os factos, incorrendo numa denegação grosseira da verdade, ou seja, negando que o dito site tem problemas, apesar deles existirem contra a ficção do sr. núncio. O qual já deveria saber que o dito site - não é bem um site do Estado, pois mais parece um bazar do Norte d´Africa - onde se vende de tudo, por está sobrecarregado e não admira a lentidão do sistema.
- Assim, as pessoas, as empresas e a generalidade dos TOC não conseguem tecnicamente submeter as várias declarações, falhando prazos e, por isso, incorrendo em coimas cuja receita engrossa os cofres do Estado. O raciocínio e, porventura, os cálculos do "puto", como diria Domingos Azevedo - são tão lineares quanto previsíveis: arrecadar receita extra.
- Sucede, porém, que isto na América é PERJÚRIO e dá cadeia. Por isso, é útil que "o projecto de secretário de Estado em causa não denegue mais a realidade dos factos, fingindo desconhecer aquilo que até os cegos já viram e os surdos já ouviram, pois ainda poderá ser acusado de obstrução ao trabalho dos TOC e, com isso, ser acusado de desvio de funções ou outros crimes previstos na lei que o podem destituir das miseráveis funções que exerce.

___________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home