quinta-feira

Freitas do Amaral "Nova lei pode levar à privatização das praias"

Nova lei pode levar à privatização das praias
O Parlamento aprovou uma lei que facilita a vários proprietários de casas ou empreendimentos a menos de 50 metros do mar a árdua tarefa de provar que estão perante propriedade privada e não do Estado.

A estes proprietários será exigida, em vez de uma prova que remonta aos anos 1864 ou 1968, dependendo dos casos, apenas a apresentação de documentação administrativa municipal ou predial que remonte à entrada em vigor do licenciamento municipal dentro dos perímetros urbanos.

Contudo, se para os proprietários esta é uma boa notícia, nem todos estão de acordo. Freitas do Amaral entende estar “no caminho errado”, já que “podemos estar a destruir o domínio público hídrico”.

"Compreendo que situações como a vila de Albufeira, que está toda debruçada sobre o mar, sejam abrangidas por esta exceção. (Mas) “é grave se se estender isto a todas as praias, pois os privados poderiam começar a cobrar pelo acesso” afirmou, em declarações ao Expresso.

"Se continuarmos por este caminho, as praias são todas privadas e o Estado não recebe nada em troca", acrescentou. Na perspetiva do administrativista, o diploma que dita estas regras é "um documento perigoso” e gerará ambiguidade.

“Acho curioso que este Governo se preocupe tanto com os direitos adquiridos de alguns privados com casas ou empreendimentos hoteleiros junto ao mar e não se preocupe com os direitos adquiridos dos reformados", lamentou.

______________

Obs: O Prof. Diogo Freitas do Amaral há muito que sabe que este governo não conhece limites à sua heresia legislativa, e, agora, caso esta legislação comece a ser aplicada, o país está diante mais um crime de lesa-pátria que urge contrariar. 

Por isso é que o principal problema do país radica no próprio governo, em particular na sua cabeça, que carece de limpeza urgente. 

_________________________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home