terça-feira

SE valeu a pena? Uma pergunta idiota...

Como nunca os vimos


Expresso, SIC e Instituto de Ciências Sociais proporcionaram na Gulbenkian um momento raro: Jorge Sampaio, Mário Soares e Ramalho Eanes foram moderados por Francisco Pinto Balsemão numa conferência sobre o 25 de Abril. Juntaram-se para responder a uma pergunta: a revolução valeu a pena? (...)
Como nunca os vimos

__________

Obs: Uma pergunta dessas é redutora para a democracia. Transforma o povo numa massa amorfa e imbecil a quem é pedido decidir se prefere viver em democracia ou em ditadura. Se prefere um gin-tonic ou levar uma carga de porrada dada pelos amigos da Pide.

Nesse sentido, valeu a pena. É simples., dr. Balsemão!!!

Complicado seria o dr. balsemão, fundador nº XXX do PSD, procurar responder à questão: por que razão houve tanto desvio aos ideais de Abril; porque há tanta corrupção em Portugal; por que razão o governo que apoia esbulha as populações e as sobrecarrega com a maior carga fiscal da Europa; etc, etc..

Balsemão sabia, certamente, formular estas questões verdadeiramente cruciais, mas optou cinicamente por não fazer ondas e comportar-se como aquele sujeito que vê o governo que apoia massacrar a população e procura saber na plateia se esta prefere ouvir disco sound, new wave ou um fadinho do Carlos do Carmo.

Há tipos para tudo em Portugal. Até para nos fazerem de parvos. 

Uma das vantagens da democracia pluralista é denunciar estas hipocrisias e declarar que estes tipos não servem.  

Ainda bem que, apesar de tudo, Soares, Sampaio e Eanes não se tornaram colaboracionistas com este massacre que, um dia, a história denunciará. 

_____________


Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home