domingo

Melgaço Primeiro palmo de terra portuguesa vendido a um espanhol. A violação grosseira da história nacional

Primeiro palmo de terra portuguesa vendido a um espanhol

“É lamentável, a todos os níveis, que tenham sido vendidos os primeiros palmos de terra de uma nação”. É desta forma que a população de Melgaço, nas palavras do deputado municipal do PSD Jorge Ribeiro, reage à venda, por parte do Governo, dos 60 metros quadrados de terreno mais a Norte de Portugal.

No terreno vendido, está a mais importante casa da Guarda Fiscal, que em tempos funcionou como uma prisão provisória para os contrabandistas, na fronteira que liga Melgaço a S. Gregório.

O negócio foi feito por ajuste direto e em segredo, com um proprietário espanhol, que pagou 2.800 euros ao Estado português.

“A nossa ideia é restaurar a casa, içar a bandeira portuguesa e colocar no local informações sobre a história da fronteira”, contou ao Jornal de Notícias o antigo guarda-fiscal Avelino Fernandes.

Para evitar situações futuras, o presidente da Câmara de Melgaço sugere que se qualifiquem os restantes edifícios das fronteiras como sendo de interesse municipal.

___________

Obs: Estas declarações a terem fundamento apenas demonstram a natureza bárbara e antipatriótica de um governo de rapazes impreparados que deve ser destituído urgentemente. Curiosamente, até são autarcas do PSD que registam essas evidências. 


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home