sexta-feira

Mais um estrangeiro com visto gold investigado por branqueamento de capitais






_______________
Obs: Em desespero de causa, Paulinho Portas, a muleta-mor deste governo contra-natura, decidiu, perante a incapacidade de atrair Investimento Directo Estrangeiro (IDE) a Portugal que crie emprego, riqueza e bem-estar - que abrir as portas do país a pessoas multimilionárias, estaria a fazer a receita para o país sair do colapso em que entrou, especialmente desde 2011. 
O Paulinho das feiras, da lavoura, das pescas, do contribuinte-idoso e o mais - enganou-se rotundamente. 
Com esse regime jurídico de vistos gold, e na impossibilidade de peneirar todas as situações em detalhe antes dessas pessoas entrarem em solo nacional, algumas das quais são criminosas e tencionam "lavar" o dinheiro oriundo desse tipo de actividades para o branquear em Portugal (adquirindo bens imóveis) - ocorre aquilo que já se previa: com os imigrantes de luxo, que pretendem, prioritariamente, aceder à Europa através desta placa giratória que é o rectângulo, afluem pessoas que cometeram crimes de diferente natureza, e em relação às quais o sistema de verificação judicial só as detecta à posteriori, e não preventivamente, como seria suposto. 
O Paulinho portas queria fazer um brilharete político com este regime jurídico especial, a fim de facilitar os investimentos orientais em Portugal, criando um efeito de propaganda eleitoral capaz de o fazer descolar dos modestos 4% que vale hoje o seu partido do táxi, mas, perversamente, o que conseguiu arranjar para os portugueses, tirando uns negócios para umas agências imobiliárias e alguns proprietários, foi colocar Portugal na rota do crime financeiro internacional, com especial proveniência da China. 
"Parabéns", dr. Portas. Com sorte - os actuais 4% do cds eclipsar-se-ão daqui por 90 dias. Se assim for, está-se perante um segundo efeito-submarino. 
__________

Etiquetas: , , , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home