domingo

Yanukovich oferece cargos do governo a líderes da oposição. O chico-espertismo à portuguesa

O presidente ucraniano ofereceu, este sábado, o lugar de primeiro-ministro ao ex-ministro da Economia Arseny Yatsenuk, um dos líder da oposição, numa tentativa de resolver a crise política no país, anunciou a presidência.
Viktor Yanukovich ofereceu ainda o cargo de vice-primeiro-ministro encarregado dos Assuntos Humanitários a Vitaly Klitscho, antigo pugilista e também um dos líderes da oposição.
Num comunicado da presidência ucraniana, que surgiu depois de conversações entre a oposição e o presidente da Ucrânia, Yanokovich disse ainda ter aceite a criação de um grupo de trabalho encarregado de «mudar a legislação sobre referendos e, talvez, via este mecanismo, propor emendas à Constituição».

__________

Obs: Em Portugal o alegado PM em funções procura fazer o mesmo oferecendo ao líder da oposição, uma plataforma de trabalho para se entenderem quanto à despesa pública.

Também aqui o paradigma da cooperação institucional se alterou substancial, ou seja, dantes a cooperação entre órgãos de Estado visava o bem comum; hoje essa cooperação é falaciosa e visa a aniquilação (ou neutralização  política) do adversário.

Eis o que o PSD, com as suas artimanhas e expedientes de "chico-espertismo" à portuguesa, tenta fazer com o ainda insuficiente PS de Seguro. 


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home