sábado

Seguro: Desafio do PM revela que está «perdido e desnorteado»




O secretário-geral do PS afirmou que o desafio lançado pelo primeiro-ministro para um «acordo» com o PS quanto aos limites da despesa pública demonstra que Passos Coelho está «perdido e desnorteado».
[...]
«É difícil perceber o primeiro-ministro, porque no mês passado disse que não precisava do PS e ontem [sexta-feira] veio dizer precisamente o contrário. Isso significa que o primeiro-ministro está perdido, desnorteado», começou por afirmar António José Seguro, acrescentando depois que, «se for necessário», o primeiro-ministro voltará a criticar o PS amanhã para dizer a seguir que precisa muito do partido.
__________
Obs: Passos coelho além de ser estruturalmente impreparado para a governação da coisa pública, tem também revelado uma enorme falta de seriedade no debate político querendo, com isso, mandar poeira para os olhos dos portugueses. Qualquer dia, nem já o CDS aceitará negociar com Coelho o que quer que seja, tamanha é a sua incongruência e falha de valores democráticos que ofendem o estado de direito e a democracia representativa. 
Eis a imagem de um Coelho desesperado, candidatando-se novamente à liderança de um PSD que o detesta e propondo acordos com aqueles por quem tem demonstrado o maior desprezo político em nome da sua salvação política.
Sintoma pleno de desespero. Pena é que Seguro não tenha sido capaz de capitalizar esse descontentamento popular mediante a apresentação de propostas credíveis alternativas.
Ou seja, Seguro precisa urgentemente de duas coisas: um Programa de Governo e mais audácia no debate parlamentar e projecção no Portugal profundo. 
Quando reunir estas duas condições liquida politicamente aquele que tem sido o coveiro de Portugal (juntamente com Paulo Portas, naturalmente).

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home