quarta-feira

Mudança de ideias. Só os burros é que não mudam. Belmiro não é burro.

Já no séc. XIX o bom do Eça dizia que um punhado de financeiros manipulava um bando de políticos. Dizia isto por outras palavras, evidentemente, mas com este esprit.. O que significa, em boa medida, admitirmos que somos todos, mais ou menos marxistas.. Mormente agora com a globalização competitiva como elemento interferente e perturbador em todas as esferas da economia, da sociedade, da cultura e da política. Dito isto, temos aqui o nosso amigo Belmiro, que antes da Opa tinha Socas em elevada estima, consideração e reputação; depois da Opa gorada à PT - Socas não passa dum fautor de governo com uma agenda paupérrima. É por isso que cada vez mais aprecio este Belmiro - sempre tão bem defendido pelo seu secretário florentino de trazer-por-casa (lobo xavier, que é um chato, até quando fala daquilo que se diz entendido, fiscalidade). Sugerimos aqui aos secretários pseudo-florentinos do empresário que façam uns recortes de jornais, uns croquis, uns croquetes, uns violinos, umas sardinhas na brasa - qualquer coisa - que não o façam mudar de ideias desta forma. Por que assim é que o maior empresário do País, apesar da ajudinha torpe de lobo xavier - passa a ser cunhado de burro. Mas não um burro qualquer, o burro mais rico do País.

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home