terça-feira

A "coerência" de MMendes.. Será isto "falta de carácter" político

O PSD da Área Metropolitana de Lisboa (AML) pediu esta terça-feira a suspensão do mandato do presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, por considerar que o autarca não tem condições para continuar no cargo, após o despacho de acusação na semana passada.
Em comunicado, a comissão política distrital da AML do PSD afirma que o edil de Oeiras deve suspender o mandato “até à conclusão do processo-crime, para salvaguardar a defesa da instituição”.
O sociais-democratas consideram ainda que o PS e o seu secretário-geral, José Sócrates, têm também a “obrigação” de se pronunciarem sobre a coligação que mantêm no município de Oeiras, esclarecendo se esta “respeita ou não” os valores que os socialistas reclamam para o funcionamento democrático das instituições.
Isaltino Morais foi constituído arguido pelo Ministério Público (MP) num processo judicial em que é acusado de corrupção passiva, participação económica em negócio, branqueamento de capitais e abuso de poder.
Obs: MMendes tem aqui mais uma oportunidade para brilhar, só é pena que não tenha sido coerente com a aplicação de igual critério quando o seu correlegionário de partido - António Preto - acusado de corrupção e participação em negócio (e mais uns crimes...) não foi objecto do mesmo legalismo e zelo de circunstância. É por estas e por outras que o eleitorado cada vez mais sente nojo da política, porque ela, em rigor, nada tem de ético, de justo e de sério.
MMendes tem imensos telhados de vidro e, já agora, as instâncias judiciais deste País - se tivessem alguma autoridade e eficácia - teriam impedido que Isaltino Morais se pudesse candidatar à CMO. Este problema, mais cedo ou mais tarde, colocar-se-ía, mas Portugal é um país a fingir. Nós não existimos, somos areia...de Caxias..

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home