quarta-feira

Da pirotecnia e da morte - do pirotécnico ao bombeiro -


Da pirotecnia e da morte
- do pirotécnico ao bombeiro -

- O dado primacial é lamentar profundamente a morte de várias pessoas ligados àquela perigosa actividade, em Lamego.
- Outro aspecto é ver o PR a apresentar-se em cada evento - de alegria ou de tristeza - convertendo assim a função presidencial numa espécie de saltimbanco - instalando o Palácio de Belém - onde houver espectáculo ou desgraça por esse Portugal profundo.
- Mas o que é irónico nesta representação é constatar que Marcelo, enquanto comentador, plantava farpas semanalmente e incendiava a vida pública em Portugal; como PR tenta doutrinar a paz, a bondade e a harmonia entre os homens.
- Agora é bombeiro. É, de facto, um trajecto CURIOSO. 
Nem ele conseguiria antever a sorte que em vida lhe coube.
Mas é a vida, como diria Guterres.

____________________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home