domingo

Tony Blair pede desculpa por “erros” que levaram à guerra no Iraque


Nota prévia: Pergunte-se ao desertor-Barroso, que abandonou o Governo português para se alçar ao poder da Comissão Europeia, o que acha deste mea culpa tardio do seu comparsa internacional que aqui faz o acto de contrição relativamente à invasão ao Iraque, sob pretexto de alí existirem armas químicas, facto que nunca se veio a confirmar pelas organizações internacionais competentes da ONU, sendo apenas um pretexto para o acto de invasão e de guerra, o que abriu caminho à generalização e intensificação do terrorismo islâmico no Médio Oriente e noutras partes do mundo, já que se trata de um fenómeno de alcance globalitário. 

________

Tony Blair pede desculpa por “erros” que levaram à guerra no Iraque

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home