quinta-feira

Um homem de carácter: Sebastian Marroquin


Nota prévia: A 1ª questão que me coloco é - e se isto se passasse comigo(?!) - como reagiria(?!) Podemos escolher os amigos, a cor do carro, o curso a frequentar, os livros que lemos, etc. Mas não podemos escolher a família em que nascemos. Apesar de todas as circunstâncias serem adversas, o mundo para o seu lado ser altamente perigoso, e dividido entre duas legitimidades (a do amor a seu pai e a incapacidade de o influenciar a mudar de vida), Marroquin revela - por tudo o que fez depois da morte do seu Pai - um carácter excepcional. É por isso que talvez seja um homem de excepção revelado neste impressionante testemunho e prova de vida. 

É bom não ter um pai assim, como Pablo Escobar, porque fazer um testemunho assim é igualmente um acto de coragem e de grande dignidade humanas. 

_________


"Já tive a experiência de ter sido milionário e nunca fui tão pobre".


Filho do barão da droga colombiano Pablo Escobar, Juan Pablo, que tinha 16 anos quando o pai morreu e teve de mudar de nome, chamando-se hoje Sebastian Marroquin, veio a Portugal promover o seu livro, "O Meu Pai".  Em entrevista ao Expresso, falou da legalização da droga, dos anos de exílio e da sua atual vida, na Argentina. Link


Livro. Juan Pablo Escobar esteve em Lisboa para falar do seu livro, “O meu Pai”
Livro. Juan Pablo Escobar esteve em Lisboa para falar do seu livro, “O meu Pai” /  Nuno Botelho

Ser filho de Pablo Escobar não tem sido fácil. A viúva, Sebastian e a irmã andaram a saltar de país para país até serem acolhidos
pela Argentina, onde vivem há 22 anos. Mas um processo judicial já os levou à prisão. Sebastian assume o amor incondicional ao
pai, mas repudia abertamente a vida que ele levou. Diz que o pai nunca escondeu nada da família. Dizia: "Filho, a minha profissão
é bandido", assumindo que tinha escolhido aquela vida.
__________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home