terça-feira

Mario Draghi vai pedir a paulo Portas o doc. da Reforma do Estado


Nota prévia: Alguém terá de informar o mal informado Mário Draghi que Portugal não conheceu uma única reforma do Estado: os reguladores não regulam, o Estado gasta mais em percentagem do PIB, aumentou a corrupção e a impunidade, Saúde e Educação pioraram, todos os indicadores socioeconómicos - incluindo a POBREZA -  se agravaram, e, além disso, o sr. Draghi já deve ter ouvido falar naquele documento de 16 págs. com letra a tamanho 14 apresentado por Paulinho Portas - como sendo a famosa Reforma do Estado, mas não era: consistia apenas numa colecção de recortes de artigos de jornais por ele apresentada para disfarçar a ausência profunda de qualquer reforma do Estado. 
- Ou seja, a reforma do XIX Governo (in)Constitucional consiste unicamente numa coisa: AUMENTO BRUTAL DE TODOS - TODOS - OS IMPOSTOS. Se calhar é por essa razão que os relatórios das organizações económicas internacionais, como o FMI, arrasam a falta de capacidade reformista deste Governo de néscios, que só sobrevive graças à misericórdia pública de Belém, cujo fim de mandato o obriga a tudo subordinar a essa estratégia do "deixa andar" para que o sr. silva termine com alguma dignidade o seu tempo de serviço no economato do Palácio Rosa. 

  • Nota 2

Draghi precisa de ser recordado da estória do cão do inglês...
- Mario Draghi sabe de economia, finanças e sabe fazer política, especialmente, desenvolver alta política com uma ou duas declarações públicas que produzem enorme spin no espaço europeu. Mexe nas taxas de juro da Europa como quem bebe um copo de água, embora não saiba se o seu enorme poder à frente do BCE seja assim tão vantajoso para a conjunto dos países da Europa. 
- E é essa dúvida que me evoca a estória do cão do inglês, que morreu de fome uns dias depois de ter finalmente aprendido a não comer nada de nada.
_________


Draghi: "Portugal ainda enfrenta desafios significativos"
Ajustamento da troika está a dar frutos em Portugal e isso prova que se deve aplicar a mesma receita na Grécia, diz BCE
"Portugal ainda enfrenta desafios significativos", apesar de ser um bom exemplo de como podem funcionar bem as políticas de ajustamento, observou hoje o presidente do Banco Central Europeu (BCE).
______

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home