quinta-feira

Mais uma reacção VAGAL do sr. Silva

Cavaco. "Dá-me vontade de rir quando imaginam que vim defender qualquer perfil" para Presidente.


No prefácio do "Roteiros IX", que reúne as suas principais intervenções do último ano, Cavaco Silva aponta a política externa como uma das principais funções do chefe de Estado. Garante que não quis definir qualquer perfil para o seu sucessor e assegura que não há nada relacionado com qualquer "ato eleitoral" nas palavras que escreveu.[...]
"Nos tempos que correm, os interesses de Portugal no plano externo só podem ser eficazmente defendidos por um Presidente da República que tenha alguma experiência no domínio da política externa e uma formação, capacidade e disponibilidade para analisar e acompanhar os 'dossiers' relevantes para o país", sublinha Cavaco Silva. [...]
______


_________
Obs: Esta narrativa presidencial revela dois mundos: dum lado, Cavaco e Barroso tentando acertar o passo com o Portugal-oficial, tentando recuperar os tachos e os tachinhos, sem qualquer interesse ou contrapartida para Portugal e os portugueses; do outro lado, vemos o Portugal profundo afirmando uma ideia interiorizada há muito na expressão: Vão-se embora!!!
Cavaco, além da audição, da visão e das reacções vagais em público - revela também uma outra deficiência: o uso e abuso da língua portuguesa, o que convida, isso sim, a um perfil mais cultural e cosmopolita do próximo PR. 
Daí a utilidade, ainda que perversa, dos seus inúmeros dislates que ele procura (a)limar nas declarações seguintes. Mas o mal já está feito, e dito!!!
_________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home