sábado

O provincianismo serôdio de Passos Coelho na Europa


Nota préviaO alegado PM mente quando diz que Portugal foi quem mais contribuiu para ajudar a Grécia. E mente porque essa ajuda é em função do PIB e em obediência aos tratados que todos subscreveram. Consabidamente, o PIB de Portugal está na razão directa do índice de competência e boa fé de Passos Coelho, ou seja, igual a ZERO. Passos coelho, além de ignorante desenvolve uma pérfida má fé ao mentir grosseiramente, tentando até iludir os portugueses com as suas costumeiras patranhas. A sua "glória" passa até por não cumprimentar o ministro das Finanças grego na Europa, revelando o esplendor do seu pequeno provincianismo apoucando Portugal e os portugueses. É nisto que o alegado PM português, chefe de banda duma nação quase milenar e com as fronteiras mais estáveis da Europa, se distingue dos demais pares da UE.

__________


Via Nuno Oliveira
Público, 
___________________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home