sábado

EXCLUSIVO TVI: As respostas de Sócrates a seis questões essenciais

EXCLUSIVO TVI: As respostas de Sócrates a seis questões essenciais

Na prisão de Évora, o ex-primeiro-ministro fez chegar à TVI a sua resposta a seis questões. Diz que o faz em legítima defesa, contra a sistemática e criminosa violação do segredo de justiça que configura um agressão feita cobardemente e a coberto do anonimato onde reina o governo de ninguém. Sócrates responsabiliza mesmo diretamente os que, tendo o processo à sua guarda, não o guardaram como deviam. Nestas respostas, Sócrates afirma que não foi confrontado nem com provas nem sequer com factos quando foi interrogado pelo juiz Carlos Alexandre e reitera que se trata de um processo de contornos políticos. [...]

_________

Obs: Um detido, sem culpa formada deve, ao menos, ter o direito de se poder defender e exprimir publicamente, pois tudo o que disser a seu favor contra si poderá virar-se mais tarde, mas, na prática, exerce, simultaneamente, a faculdade da sua liberdade e reafirmação de honra e dignidade que cada detido, naquelas condições, deveria ter o direito de poder fazer. Não vejo por que, neste caso, Sócrates está sendo discriminado negativamente. Será isto um caso político ou caso eminentemente político?!

___________________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home