segunda-feira

René Girard mostra-nos a verdade -



Dissimular é fingir não ter o que se tem; simular é fingir ter o que não se tem.

A vida pública nacional, e também a privada, está eivada da aplicação prática destas duas orientações contrastantes. A primeira, reporta-se a uma presença; a segunda, refere-se a uma ausência. 

Pelo meio destas duas equações, nos últimos 20 anos, meteram-se as contabilidades criativas na vida das organizações (Estado e empresas), o que só veio agravar e intensificar a confusão preexistente na afirmação e aplicação das várias políticas da verdade em contexto social. 

É por isso que muitos de nós, especialmente quem tem grandes responsabilidades colectivas, têm hoje extrema dificuldade em saber quem são e de contar o trajecto que nos conduziu a tanta dissimulação e simulação. Ou seja, a tanta mentira - com base na qual Portugal - e  os portugueses - empobreceram.

__________


Etiquetas: , , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home