terça-feira

O regresso de Relvas à vida doméstica do PSD...

Nota prévia: o regresso do Dr. Relvas é "notável" e faz-se deste modo canino (como a imagem documenta), o que permite supor que ele, de facto, nunca andou distante do seu líder, qual trabalhinho de formiguinha para tentar juntar os cacos duma coligação que sempre foi contra-natura, e a evidência desse facto reside na tentativa de reposição dos feriados, na promessa de abaixamento dos impostos e na eliminação de inúmeras outras medidas que têm vindo a destruir o tecido económico e social português.


__________


Miguel Relvas pressiona Passos e exige coligação com o CDS já, link


Passos Coelho e Miguel Relvas
Passos Coelho e Miguel RelvasFotografia © Leonardo Negrão / Global Imagens

O ex-ministro adjunto de Passos Coelho defendeu no Conselho Nacional que a coligação deve incluir escolha de candidato presidencial comum

Coligação com CDS e, de preferência, já. O ex-ministro Miguel Relvas defendeu ontem no Conselho Nacional do PSD que o partido deve coligar-se "tão cedo quanto possível" com o CDS numa "parceria a quatro anos" que englobe a escolha do candidato presidencial.
Na intervenção, a que o DN teve acesso, Miguel Relvas diz que "é tempo de arregaçar as mangas e definir com o nosso parceiro de coligação o tempo e o modo da proposta que iremos submeter aos portugueses". O antigo homem do aparelho social-democrata diz ser "o momento indicado" para "ser renovado o acordo de coligação para os próximos quatro anos".
O conselheiro nacional (número um na lista de Passos Coelho afeta a este órgão) defendeu ainda que "o acordo para a nova legislatura não pode deixar de fora uma tão relevante quanto determinante eleição, qual seja a do próximo Presidente da República".

___________

Obs: Lamente-se mais esta servil prestação de Relvas ao poder do qual foi expulso. Revela, por outro lado, que não aprendeu nada com a experiência, ou seja, que o dito dr., é burro.

_________________



Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home