segunda-feira

Cinco mortes e 233 pessoas infetadas com legionela

Nota prévia: De súbito, Portugal, e as competentes autoridades sanitárias, são apanhadas desprevenidas por uma doença cujo foco não conseguem identificar, localizar e circunscrever imediatamente. Um foco que continua  a fazer vítimas e que vem revelar que, afinal, os riscos e as ameaças à nossa tranquilidade e bem-estar podem residir no nosso próprio seio e nas nossas insuficiências, e não em perigos ou ameaças externas. Além do pânico que já se instalou nos hábitos diários e no modo de vida das pessoas de VFX - e um pouco por todo o país. Esperemos que esta situação anómala de saúde pública seja interrompida e que a normalidade seja reposta e a tranquilidade das pessoas reconquistada rapidamente.

_________

Cinco mortes e 233 pessoas infetadas com legionela

A Direção-geral da Saúde (DGS) revelou que até às 15:00 de hoje já tinham morrido cinco pessoas vítimas de legionela, havendo 233 casos registados.
Em comunicado, a DGS adianta ainda que se encontram internadas nos cuidados intensivos 38 pessoas.
Vários casos de legionela estão a ser detetados no país, havendo também três pessoas doentes em Castelo Branco e outras tantas no Barreiro/Montijo.
Do total de 233 casos, 228 são na região de Lisboa e Vale do Tejo, três na região centro e dois na região norte.
"Todos os casos reportados têm ligação epidemiológica ao surto que decorre em Vila Franca de Xira. As freguesias de Vialonga, Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa são as que continuam a registar a maior incidência", refere a nota.
___________

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home