sexta-feira

Uma nação exaltada e sofrida às portas da Igreja de Sta Engrácia...


A nação, exaltada e sofrida, discute sobre se Eusébio deve ou não ter como última morada a mega-igreja de Sta Engrácia, guardiã da famosa e turística Feira da Ladra que também tem universalizado Lisboa e enriquecido os roteiros turísticos dos que nos visitam e deixam cá divisas.

- Sem querer interpretar o que o génio do futebol português (mas de feição universal) pensaria do seu próprio destino, ainda que de gostos, trato e modo de ser simples, tenho para mim que é o povo português, todo ele e na sua multidão de afectos, reconhecimento e generosidade, que se encavalita freneticamente nas costas largas do Pantera Negra - para ingressar de vez no Panteão Nacional em "classe executiva". Outra oportunidade não aparecerá tão cedo. 

- É como se todos e cada um de nós soubéssemos, antecipadamente, que jamais lá entraríamos pelo nosso próprio pé, porque somos demasiado pequenos e demasiado mortais, mas o Eusébio pode dar-nos essa boleia para a eternidade. 

- Seja o que for decidido, será sob a pressão dos afectos do povo que essa decisão será tomada. A Igreja de Sta Engrácia agradece. 


Etiquetas: ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home