domingo

A cobardia política de Maria Luís Albuquerque e Gasparzinho - offshores -

Resultado de imagem para Vitor Gaspar e Maria Luís AlbuquerqueNota prévia: Como decorre da letra da CRP os Secretários (e Subsecretários) de Estado dependem dos respectivos ministros, no caso das offshores os ministros das Finanças, primeiro Gasparzinho (a 33 rotações) e depois, na sequência da demissão daquele, de Mª Luís Albuquerque. 
- Ambos, de forma escandalosa e irresponsável, ainda nada disseram acerca da responsabilidade política já publicamente assumida por quem, de iure, não a tem: Paulo Núncio. Ainda que, de facto, tenha sido ele o agente e o "artista" da retenção do despacho na gaveta a fim de que o mesmo não produzisse efeitos no plano operacional ao nível da máquina fiscal e, por essa via, a fiscalização da AT ficasse paralisada e não actuasse sobre aquela maciça transferência de capitais. 
- Numa palavra, e antes que o constitucionalista Marcelo venha a terreiro dar mais uma aula de Direito Constitucional, à semelhança da Lei 4/83 que obrigava os gestores públicos a entregarem a sua declaração de rendimentos e património ao TC, seria curial que os hibernados ex-ministros das Finanças dessem à costa para explicar esta "colossal" transferência de dinheiro sem que o Estado arrecadasse o devido imposto. 
- No limite, ficaria até com vontade de sugerir aos ex-delegados da Troika em Lisboa, a dupla Pedro Passos Coelho e Paulinho Portas, se, porventura, não querem mostrar as suas sms a propósito de tão cadente assunto. 




************************************************





Parte dos dados não chegou aos inspetores. Só altos quadros do Fisco podiam adulterar estatística. (link)


Leia mais: Quadros superiores esconderam offshores http://www.jn.pt/nacional/interior/quadros-superiores-esconderam-offshores-5692041.html#ixzz4ZpgJWCjy 
Follow us: jornalnoticias on Facebook

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home