quarta-feira

Um traumatizado que fabricou milhões deles

Nota prévia: Passos Coelho não conseguiu cumprir uma, uma só, promessa eleitoral feita antes de ganhar as eleições a Sócrates, em 2011. No poder, empobreceu o país e os portugueses. Agravou a pobreza, a taxa de desemprego, fomentou a emigração qualificada, rebentou com o tecido económico português, já de si débil. Nada nele, nada, foi útil. A sua presença é, de per se, contra-natura, mas finge que ainda é o PM em funções, e, agora, inova e já prescreve que poderá regressar ao poder sem ir a votos. De facto, Passos é um sujeito traumatizado que fabricou milhões de traumatizados. E um dia os portugueses vão-lhe cobrar isso. Não lhe bastou ter sido derrotado após vencer umas eleições legislativas para as quais se revelou incapaz de formar uma maioria conducente à formação de governo. 
_____________





Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home