terça-feira

De Marcelo espera-se o melhor e o pior: o hipócrita "cata-vento"

Nota prévia: Como comentador, Marcelo certamente criticaria os excessos duma democracia musculada sobre 17 rapazes angolanos que discordam do poder instituído e agem culturalmente nesse sentido; como constitucionalista, Marcelo poria reservas à violência e desproporcionalidade das penas; como político, e agora PR, Marcelo é igual ao que sempre foi: um hipócrita e um verdadeiro cata-vento que dança conforme o seu interesse pessoal e posicionamento politico-diplomático. 

Foi preciso chegar a PR para que o brilhante constitucionalista "deixasse de saber" o que é um estado de direito...

Marcelo subscreve posição do Governo sobre condenação dos 17 ativistas angolanos

Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home