quinta-feira

A função de Paulo Núncio neste imoral Executivo

Visão

Núncio entregou "Bolsa Vip" ao Fisco no auge do caso Tecnoforma


Núncio é conhecido nos mantideros do Fisco como o player cuja função é a de pressionar os funcionários da AT a intensificar as acções conducentes às penhoras às famílias, às empresas e às pessoas de molde a potenciar a receita fiscal (link), mesmo que isso implique a destruição de valor empresarial, via aumento de insolvências e alargamento da pobreza em resultado de as pessoas, muitas das quais perderam os seus empregos, deixarem de conseguir honrar as suas responsabilidades fiscais, e para as quais o Fisco não tem sabido apresentar um plano de pagamentos ajustado a cada situação concreta. E cada situação concreta, como é bom de ver, é um drama e merecia, da parte do Fisco, uma avaliação ponderada e personalizada para não asfixiar as pessoas e as empresas.

Mas Paulo Núncio tem uma missão cega, que consiste em aumentar a receita fiscal, custe o que custar, com ou sem Lista VIP, o que revela que, em cada governo, como em cada esquina ao tempo da Pide, há sempre alguém que se presta a fazer o trabalho sujo que mais ninguém quer fazer. 

Núncio, de facto, tem andado mais preocupado com a questão da Tecnoforma (com o seu abafamento, bem entendido!!!) do que com a verdadeira reforma da máquina fiscal, que carece urgentemente de ser humanizada e personalizada para passar a responder às milhares de situações trágicas que hoje destroem empresas e projectos de vida em Portugal. 

_________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home