sábado

Portugal em guerra civil.Evocação de Pablo Picasso em português




Talvez nunca como hoje, desde 1974, e já em pleno regime democrático (fomal), Portugal se encontre tão mergulhado numa tremenda guerra civil. Uma guerra civil causada pelo bombardeio sofrido pela draconiana carga fiscal, que faz com que cada cidadão trabalhe para o Estado até Maio-Junho de cada ano; uma guerra civil lavrada pela impreparação e incompetência decorrente de políticas públicas erradas e de pendor experimentalista, selváticas e neoliberais; uma guerra civil que pôs jovens contra velhos, num Estado social em rápido desmantelamento e numa sociedade compulsivamente de emigrantes de luxo - e a quem o Governo convida que vá para fora. Nem no tempo de Salazar se viu este tipo de apelos anti-patrióticos, lesivos da economia e do orgulho nacionais. Eis o nosso cubismo social e político, cheio de fracturas e injustiças sociais, num Portugal cada vez mais assimétrico, de Norte a Sul, do interior ao litoral. Guernica é, hoje, não a cidade espanhola, outrora a capital basca aquando da Guerra Civil Espanhola (1937), mas um retrato cubista e sociológico deste nosso imenso e (des)querido Portugal. 

__________


Etiquetas:

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home