segunda-feira

Conto: o mocho de Belém. O Portugal-zarolho

Género: CONTO:  o mocho de Belém e o Portugal-zarolho!!!



10 milhões de portugueses acordam e, de súbito, descobrem que o ex-ministro das Finanças de Sá Carneiro foi eleito PR. Frustrados por causa desse acto irreflectido, e do qual revelam forte arrependimento, resolvem - todos e cada um dos portugueses - pegar no revolver para se suicidarem. Ou seja, cometerem um suicídio colectivo!!

Infelizmente as pistolas eram dessas que em vez de disparar balas debitavam bandeirinhas - que ostentam a palavra: bang-bang...

Ninguém morreu, mas as consequências foram terríveis: as bandeirinhas das pistolas arrancaram os olhos aos portugueses, que, doravante sobrevivem com a memória dos problemas do passado, ao tempo em que ainda gozavam das duas vistas, agravada com a realidade presente - em que só podem contar com uma vista. 

Resta, pois, aos portugueses lamentarem o seu infortúnio e desfrutar os prazeres que ainda guardam da vida, como pagar impostos, pagar os robalos dos vistos dourados e, com sorte, sentarem-se em tubos de ar..., para continuar a gritar!!!

Eis o Portugal-zarolho tecido pelo mocho-de-Belém...

_________


Etiquetas: , ,

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home